A escultora G.H. nos conta sua experiência vivenciada a partir do instante em que entra no quarto da ex-empregada, vê o surgimento de uma barata no guarda-roupa e a esmaga na...
ler mais
"Clarice Lispector, vinte anos depois de sua morte, tem uma crítica unânime, dentro e fora do Brasil. A singularidade de sua linguagem corresponde a singularidade de sua visão...
ler mais
"A voz de Paulo Autran, como a de Orfeu, está a serviço da sedução e da poesia. Ouvi-lo é mais que ouvir meio século de teatro no Brasil, é ouvir a voz intemporal que une a...
ler mais
Erico Verissimo dizia-se um simples "contador de histórias". Não nos deixemos enganar por essa declaração humilde. Contador de histórias, só que em versos, foi Homero na...
ler mais
Como nasceram as estrelas, Alvoroço de festa no céu, O pássaro da sorte, As aventuras de Malazarte, A perigosa Yara, Uma festança na floresta, Curupira, o danadinho, O...
ler mais
A cada verso um sonho. As palavras de Denisson Palumbo têm papel de música. A gente lê feito quem delira. Sensação semelhante à primeira vez que dormimos fora de casa,...
ler mais
"O produtor Paulinho Lima não poderia ter escolhido melhor voz e sensibilidade que a de Pedro Paulo Rangel para "corromper o silêncio das palavras" de Manoel de Barros, o poeta...
ler mais
"Quando consideramos, na sua variedade de gêneros e de temas, a obra literária de Machado de Assis, para dimensionar-lhe a grandeza, a unanimidade dos louvores converge para o...
ler mais
Clarice Lispector escreveu certa vez que se sentia um pouco como se estivesse vendendo a alma quando escrevia crônicas, pois trabalhar na imprensa assinando o seu nome deixava-a...
ler mais
"Do meu terraço, vejo o terraço de Rubem Braga. As plantas que ele plantou já são floresta. Que eu olho sempre como se ele ainda estivesse ali, diante da máquina, desdobrando...
ler mais
página 1 de 6