Caracterização E Modelagem Geotécnica Do Fenômeno Das Terras Caídas No Ambiente Amazônico

Teste agora Assinatura sem compromisso. Cancele quando quiser.

Sinopse

Em muitos rios da Amazônia, principalmente, ao longo do rio Amazonas, ocorre o fenômeno das "terras caídas", na época da vazante dos rios, provocando a erosão das margens fluviais e causando grandes problemas sociais, econômicos e ambientais. Não se sabe, até agora, as causas em que o fenômeno ocorre, em termos da influência da saturação das camadas de solo e da percolação (na vazante dos rios) na resistência ao cisalhamento do maciço de solo. Portanto, esse trabalho tem como objetivo central a caracterização e modelagem geotécnica de taludes em margem de rios da Amazônia, acometidos pelo fenômeno das terras caídas. Para tal, foram coletas amostras deformadas e indeformadas das várias camadas do maciço de solo, em uma localidade onde o fenômeno tem se desenvolvido de maneira gradual. Essas amostras foram submetidas a ensaios laboratoriais de caracterização física, química e mecânica. Posteriormente, foi feita uma recriação do fenômeno em modelos de escala reduzida, observando-se as condições críticas em que o fenômeno ocorria. Finalmente, fora verificada a estabilidade dos taludes, por meio de programa computacional e as superfícies de ruptura teóricas foram comparadas, qualitativamente, com as verificadas nos modelos reduzidos. Os resultados mostraram que as camadas de solos estudados possuem classificação de solos siltosos e arenosos, com pequena quantidade de argila, e que há três tipos de movimentos associados às terras caídas: a queda, o tombamento e o deslizamento rotacional. Os três movimentos são influenciados, ativamente, pelos efeitos da vazante do rio, da composição granulométrica e saturação do maciço.