Jacques Derrida Amava As Mulheres: Sobre O Esquecimento De Simone De Beauvoir

Teste agora Assinatura sem compromisso. Cancele quando quiser.

Sinopse

Jacques Derrida amava as mulheres. Impressão porventura subjetiva, mas não errada.
Para um filósofo, ser amante de mulheres é uma constatação banal da hegemonia heteronormativa e pós-monogâmica da profissão. Perante essa constatação, objetiva-se neste livro tecer uma crítica propositiva: como pensar a ausência, na filosofia de Jacques Derrida, de referências à obra de Simone de Beauvoir e Marguerite Duras, duas das maiores mulheres na filosofia e nas letras francesas do século vinte?